A nossa história

Desde a fundação da LEROY MERLIN nos anos 20, o Grupo ADEO acompanhou as evoluções sociais e desenvolveu um papel ativo em todas as grandes transformações na Distribuição para responder adequadamente às necessidades dos Habitantes nas áreas associadas à casa. Da invenção da entrega gratuita e mudança para uma abordagem omnicanal para a transformação num modelo em plataforma, descubra todos os marcos na nossa história de 100 anos.

Quase um século de história ADEO

1920-1930
1940-1950
1960-1970
1970
1980
1990
2000
2010
2020
1940

A França sai da Primeira Guerra Mundial. É necessário reconstruir o país. Adolphe Leroy decide comercializar os excedentes dos Aliados. Em 1921, abre em Pas-de-Calais a primeira loja Stock Américain. Em 1923, deixa-a nas mãos do filho e da nora, Rose Merlin. Para ajudar os habitantes a reconstruir as suas casas, Adolphe Jr. vende materiais de construção diretamente aos consumidores - em vez de grossistas - e apresenta o primeiro serviço de entrega gratuita. Nunca antes visto!
O mercado da bricolage cresce e a pequena empresa dos "Leroy-Merlin" vê-se em franca expansão. No final dos anos 30, as casas "Stock Américain" surgem por toda a região!

1950

A atividade é interrompida pela Segunda Guerra Mundial. As instalações da loja são destruídas por bombardeamentos. Terminada a guerra, é necessário voltar a construir. Adolphe adquire novas mercadorias e abre três armazéns, passando a vender casas completas. O negócio prospera.

1960

Com o baby-boom, a França precisa de mais alojamentos. Abrem os primeiros supermercados e assiste-se a uma transformação no comércio. É o momento da diversão e do lazer. O consumo explode. Nova era, novo nome! A família Leroy cria a marca Leroy-Merlin. A Leroy-Merlin vende "tudo debaixo do mesmo teto" e lança um novo conceito, o self-service. As prioridades continuam a ser o preço, a gama e o serviço. Para estender a sua carteira de clientes às famílias, a marca lança o seu primeiro slogan: "O Encantador Leroy-Merlin", inspirado na lenda de Merlin, o Mágico.

1970

A história da Leroy-Merlin, que conta já com mais de 30 lojas, continua. Mas os tempos mudam progressivamente. É o fim dos gloriosos anos 30. Surgem os problemas sociais e o casal Leroy procura um parceiro. Em 1979, a AFM (Association Familiale Mulliez) entra no capital com 50%, antes de adquirir a totalidade da marca em 1981.

1980

É hora da reinvenção: a Leroy-Merlin simplifica as suas gamas, concentra-se na bricolage, organização e decoração da casa e desenvolve o conceito do "No parking, no business". Uma aposta vencedora! É também hora para partilhar. Após a introdução da participação dos lucros e prémios de desempenho, os colaboradores tornam-se acionistas da empresa em 1986. Participam e beneficiam dos resultados. Mais do que uma política, a partilha do saber, do poder e do ter tornam-se uma filosofia, o ADN da Leroy-Merlin.

1990

É hora da expansão. A LEROY MERLIN torna-se numa federação de empresas autónomas e inicia o seu desenvolvimento internacional. Após a abertura da primeira loja em Espanha em 1989, o Grupo dá início a várias aquisições de marcas, começando pela belga Bricoman, diversificando assim os seus mercados. Em 1995, a empresa LEROY MERLIN é a primeira a lançar uma abordagem inédita: Visão. Os colaboradores são convidados a imaginar o futuro da empresa daí a 10 anos. Instala-se uma dinâmica de co-construção e um novo estilo de gestão participativa. As lojas reinventam-se, começa-se a ouvir mais o cliente e surgem novos serviços: recolha de mercadorias com veículo, assistência telefónica, cartão de cliente. Trinta anos mais tarde, a Visão continua a inspirar a estratégia da ADEO.

2000

É hora da internacionalização. O Grupo LEROY MERLIN abre lojas na Rússia, Brasil, Espanha, Itália, Polónia, Portugal, Grécia e China. A Bricoman instala-se em Espanha em 2004 com o nome de Bricomart. A italiana Bricocenter, o AKI em Espanha e Portugal e a Weldom em França juntam-se à rede. Em 2007-2008, são criadas a marca de decoração Zôdio e a especialista em sustentabilidade Kbane. Em 2007, o Grupo LEROY MERLIN torna-se ADEO para melhor refletir a diversidade das suas atividades. A ADEO cresce ainda mais com a aquisição em 2010 das 60 lojas da Castorama em Itália.

2010 2

Está na hora do omnicanal. Numa sociedade onde as redes sociais, a internet móvel e o e-commerce se tornam acessíveis e demonstram verdadeira utilidade, a ADEO dá o passo definitivo para se transformar num grupo colaborativo e de múltiplos canais. Nasce um novo modelo da combinação do físico com o digital. Em 2017, a ADEO abre-se aos seus ecossistemas para construir a plataforma "útil para si, para os outros e para o Mundo" e propor, juntamente com os parceiros de instalação, soluções completas, desde o produto até à sua instalação.

Image Hp

A era do compromisso responsável. Perante os problemas sociais e ambientais, a ADEO estrutura as suas diferentes iniciativas de desenvolvimento sustentável. O Grupo assume fortes compromissos com o objetivo de dar acesso ao maior número de soluções para tornar as casas mais positivas e sustentáveis e, assim, criar melhor ambiente de vida para todos. O objetivo é claro: tornar-se uma empresa de impacto positivo a todos os níveis - económico, humano e ambiental.