A história do Adeo

Desde a criação da Leroy Merlin nos anos 1920, o Grupo Adeo tem seguido os avanços da sociedade e se envolvido em todas as grandes transformações comerciais, para atender às necessidades das pessoas nas áreas ligadas à habitação.
Da invenção do frete grátis à transformação omnicanal e à empresa-plataforma, conheça nossa história.

Quase um século de história do Adeo

1920-1930
1940-1950
1960-1970
1970
1980
1990
2000
2010
2020
1940

A França sai da Primeira Guerra Mundial. O país teve de ser reconstruído. Adolphe Leroy decide fazer bom uso dos itens deixados pelos Aliados. Em 1921, ele inaugura na região Pas-de-Calais o primeiro Stock Américain. Em 1923, delega a direção ao seu filho e à sua nora, Rose Merlin. Para ajudar as pessoas a reconstruírem suas casas, Adolphe filho propõe materiais, não mais para o atacado, mas diretamente para o varejo, com um serviço de frete grátis. Inédito até então! O mercado da bricolagem se desenvolve e a pequena empresa dos “Leroy Merlin” está em plena expansão. No fim dos anos 1930, as lojas Stock Américain prosperam por toda a região!

1950

A atividade é interrompida devido à Segunda Guerra Mundial. As instalações das lojas são destruídas pelos bombardeios. Mas, quando uma guerra acaba, é preciso reconstruir. Adolphe adquire novas mercadorias e abre três depósitos. Ele passa a vender casas completas. Os negócios vão de vento em popa.

1960

Com a explosão de nascimentos, a França precisa de moradias. Os primeiros supermercados são inaugurados e o comércio muda. É hora do prazer e do lazer. O consumo prospera. Nova era, novo nome. Os filhos de Leroy dão origem à marca Leroy Merlin. Louça, produtos para bricolagem, domésticos, eletrodomésticos: a Leroy Merlin vende “tudo sob o mesmo teto” e inicia um novo conceito: o self-service. As prioridades continuam sendo o preço, a variedade e o serviço. Para incluir as famílias em sua clientela, a marca lança seu primeiro slogan: “O Mago Leroy Merlin”.

1970

A história da Leroy Merlin, que agora conta com mais de 30 lojas, continua. Mas com o passar do tempo as coisas vão mudando. Chega ao fim a era dos “30 Gloriosos”. Surgem problemas sociais e os irmãos Leroy saem em busca de um parceiro. Em 1979, a AFM (Associação Familiar Mulliez) entra com um capital de 50%, antes de comprar a totalidade da marca em 1981.

1980

É hora de renascer: a Leroy Merlin simplifica suas linhas, se foca na bricolagem, aposta na organização e na decoração da casa, e desenvolve o conceito do “No parking, no business”. Uma aposta vitoriosa! É também hora de partilhar. Depois da introdução da participação nos lucros e do bônus de desempenho, os funcionários se tornam acionistas da empresa em 1986. Eles participam e tiram proveito dos resultados. Mais do que uma política, a "Partilha do Saber, do Poder e do Ter", se tornam uma filosofia, o DNA da Leroy Merlin.

1990

É hora do crescimento. A Leroy Merlin se torna uma federação de empresas independentes e inicia seu desenvolvimento no exterior. Após abrir a primeira loja na Espanha já em 1989, o Grupo desencadeia uma série de compras de marcas, começando pela belga Bricoman, e diversifica seus mercados. Em 1995 a Leroy Merlin é a primeira empresa a lançar uma abordagem inédita: o Projeto Visão. Os funcionários são chamados para imaginar o futuro da empresa dali 10 anos. Uma dinâmica de construção conjunta e um estilo novo de gestão participativa são introduzidos. As lojas se reinventam, a escuta do Cliente é implementada e novos serviços aparecem: a retirada no depósito, a assistência telefônica, o cartão de fidelidade. 30 anos depois, o Projeto Visão ainda inspira a estratégia da Adeo.

2000

É hora da internacionalização. O Grupo Leroy Merlin abre lojas na Rússia, Brasil, Espanha, Itália, Polônia, Portugal, Grécia e China. Em 2004, a Bricoman se estabelece na Espanha, com o nome de Bricomart. Entram para a rede a italiana Bricocenter, a AKI na Espanha e em Portugal e a Weldom na França. Em 2007-2008, a marca de decoração Zôdio e o expert em habitações sustáveis Kbane são fundados. Em 2007, o Grupo Leroy Merlin se torna o Adeo para refletir melhor a diversidade dos seus negócios. Em 2010, o Adeo se expande ainda mais com a compra das 60 lojas da Castorama na Itália.

2010 2

É a era do omnicanal. Em uma sociedade na qual as redes sociais, a internet móvel e o e-commerce estão explodindo, se tornando mais acessíveis e mostrando uma real utilidade, o Adeo embarca na transformação para se tornar um grupo cross-channel e colaborativo. De “tudo sob o mesmo teto” a “tudo sob o mesmo dedo”, o novo modelo atual reúne formatos físicos e digitais. Em 2017, o Adeo abre seus ecossistemas para construir a plataforma da habitação “útil para nós, para os outros e para o mundo” e apresentam, com parceiros de instalação, soluções completas de serviços para os habitantes, do produto à instalação.

Image Hp

É a era do compromisso responsável. Diante da urgência social e ambiental, o Adeo tem estruturado diversas abordagens de desenvolvimento sustentável. O Grupo assume compromissos sólidos para dar acesso, ao maior número de pessoas, através de soluções positivas e sustentáveis para a habitação, e proporcionar melhores condições de vida para todos. O objetivo é claro: se tornar uma Empresa com Impacto Positivo em todos os níveis: econômico, humano e ambiental.